expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

16 de dez de 2015

DOCE ILUSÃO



Queria poder ler o que se passa na mente das pessoas
Aquele fulano que está sentado no banco da praça olhando para o nada
O que será que se passa ali?
Aquele garoto olhando a chuva cair da janela de seu apartamento
Aquela menina de olhos melancólicos que observa a paisagem do lado de fora do ônibus
A vida das pessoas é uma história contínua e infinita,
seja se referindo ao futuro ou ao passado

É como se tudo nunca houvesse um começo ou um fim
Tudo sempre está no meio
A maioria dos nossos dias são medianos
até que a balança pese pro lado péssimo ou pro maravilhoso

Nada nunca fará sentido se buscar por ele
O sentido das coisas é atribuído
Ele na realidade não existe.
A solidão é física e real e ela nunca acaba ou vai embora
Gruda em você como perfume ruim e te acompanha como sombra fantasma.
As coisas normais sempre serão reais para as pessoas
Mas nunca para nós
Que enxergamos a vida por um ângulo deturpado demais para que se viva de forma normal
Você nunca vai se encaixar
você é uma estranha num mundo que não te pertence
Viveremos eternamente dentro de nós mesmas
Essa é a nossa verdade imutável.

Mariana Carolina.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!